Ads  

Sabemos como os dentes impactam no sorriso e em outras questões funcionais como a mastigação e atualmente existem pessoas que sofrem diariamente com sua falta, seja por questões genéticas ou devido a acidentes e outros traumas.

Se você sofre com isso e não sabe como resolver, saiba que é possível conseguir uma solução de forma gratuita. O SUS além de fornecer atendimento médico em todo o Brasil também oferece atendimento odontológico e é possível conseguir um implante dentário pelo SUS através do Programa Brasil Sorridente. 

Confira como neste artigo!

Veja também:
Melhores aplicativos para aprender maquiagem – Confira!
Como assistir Disney Plus de graça no celular – Confira!
Aplicativos que te deixarão mais velho nas fotos – Veja!

  Ads  

O que é um implante dentário?

O implante dentário nada mais é do que implantar um dente em que o paciente não o possua naturalmente seja por causas genéticas ou por acidentes e outras intercorrências. O implante funciona com a instalação de uma base na mandíbula, procedimento realizado através de uma cirurgia simples para fixação dos dentes que serão substituídos.

Esses implantes podem ser permanentes (fixos) ou removíveis e é um procedimento realizado há bastante tempo por dentistas. Os dentes implantados agem como dentes naturais e podem tanto ser por funções estéticas como por questões funcionais para auxiliar na mastigação e outros processos que contribuam para vida do paciente.

Devido aos materiais utilizados o procedimento não é acessível, mas com o SUS é possível consegui-lo de forma gratuita ou pagando um valor simbólico. 

Como conseguir implante dentário gratuito no Brasil

O SUS, sigla para Sistema Único de Saúde, é um complexo sistema de saúde público gratuito e um dos maiores do mundo. Ele oferece aos cidadãos brasileiros atendimento médico integrado de forma gratuita desde sua gestação até o fim da vida.

O SUS conta com atenção primária, média e de alta complexidade com serviços de urgência e emergência, atenção hospitalar, ações e serviços das vigilâncias epidemiológica, sanitária e ambiental e assistência farmacêutica.

No caso do atendimento odontológico é possível conseguir implante dentário pelo SUS; restauração dentária; drenagem de abcesso; curativos; exodontia de dentes etc.

Como solicitar implante dentário gratuito pelo SUS

O implante dentário pelo SUS é possível mediante o programa Brasil Sorridente. O programa foi idealizado pelo Governo em 2004 e oferta tratamentos dentários gratuitos a todos os cidadãos brasileiros. 

Para ter acesso ao programa é preciso ter um cartão SUS emitido e cadastrado no município de residência, além de cumprir os pré-requisitos estipulados. 

Infelizmente o benefício não está disponível em todos os municípios brasileiros, por isso é necessário conferir através do site se sua cidade realiza o implante dentário pelo SUS. 

Caso sua cidade seja uma das que disponibiliza o serviço é necessário comparecer até a unidade de saúde mais próxima de sua casa portando os documentos necessários para solicitação. O médico da unidade de saúde irá avaliar o seu caso e se realmente for constatada a necessidade do implante, será realizado um encaminhamento para um especialista. 

A consulta com um especialista será agendada (entre 30 a 90 dias) e o profissional responsável irá avaliar seu caso para definir um grau de urgência e encaminhar o paciente para a lista de espera do SUS. Nesse momento podem ser solicitados todos os exames necessários para realização (você pode conferir quais são mais à frente do artigo). 

Casos em que há perdas dos dentes, principalmente na parte da frente, ocasionadas por acidentes ou casos em que a mastigação é afetada, impactando negativamente a vida da pessoa normalmente tem prioridade. 

Quem pode solicitar o implante dentário pelo SUS?

Para solicitar o seu implante dentário é preciso checar primeiramente se você tem possibilidades de se eleger e para isso é preciso cumprir alguns pré-requisitos como ser maior de idade; ter cartão do SUS; possuir boa condição periodontal; possuir espaço protético adequado; possuir oclusão adequada e não ser portador de doenças sistêmicas. 

O SUS também estipula limitações no número de implantes, sendo o máximo permitido por paciente 6 implantes. Se for necessário realizar um número maior que isso, é preciso esperar 2 anos para dar entrada no processo de solicitação novamente.

Exames necessários para o Implante dentário do SUS

Para realizar um implante dentário é necessário avaliação de um dentista pois os exames que podem ser solicitados podem variar conforme patologias pré-existentes do paciente, possibilidade de infecção etc. pois é necessário que o paciente esteja 100% saudável para realização do procedimento.

Mas, para colocar os implantes existem 2 exames padronizados que são realizados sendo eles: radiografia panorâmica (em que é possível ver a altura do osso para o implante) e tomografia computadorizada (em que é possível ver com precisão a altura e largura do osso, possibilitando um planejamento correto para o implante).

 

Como o Implante Dentário SUS é feito?

O implante dentário normalmente tem seu planejamento realizado por um software de computador. O dentista escolherá exatamente como e onde o dente será implantado no osso do respectivo paciente. 

Para realização do procedimento, a pessoa toma uma anestesia local e é colocado um pequeno cilindro de titânio no osso abaixo da gengiva. Esse cilindro funciona como a raiz do dente e o implante é realizado diretamente nele.

O procedimento exige a realização de pontos (suturas) na gengiva e normalmente tem duração de 2 horas. Se o paciente for realizar mais de um implante esse tempo pode variar e após a instalação do cilindro de titânio é necessário esperar mais 8 meses para implantar definitivamente os dentes.

Cuidados Pós-Implante Dentário

Após o implante dentário é preciso manter repouso e durante as 12 horas iniciais após o procedimento é preciso se alimentar apenas com alimentos líquidos ou gelados pois isso auxilia no processo de cicatrização.

Após as primeiras 12 horas ainda é necessário manter uma alimentação pastosa, porém é possível voltar à normalidade após o primeiro dia do procedimento. 

Também é necessário tomar alguns cuidados como dormir com a cabeça mais alta que o corpo, utilizando travesseiros e almofadas, evitar movimentações bruscas e não abaixar a cabeça para assim evitar a possibilidade de sangramentos. 

Evitar esforço físico desnecessário, trabalhos com exposição ao sol ou falar excessivamente são essenciais para que a cicatrização ocorra da maneira certa.

  Ads